Administração de Condomínios \ Hidrômetros Individuais

Administração de Condomínios \ Hidrômetros Individuais

Muitas pessoas acham que a Sabesp é contra o hidrômetro individual em prédios, mas se trata de um engano. Para a empresa, é excelente que os responsáveis pela construção de novos edifícios ou os administradores de condomínios adotem esse tipo de solução, principalmente pelos aspectos de racionalização do consumo.

A individualização dos hidrômetros por apartamento não interfere nas atividades da Sabesp, pois a leitura continua sendo feita em um único hidrômetro: o da entrada do prédio. Cabe à administração do condomínio a apuração dos consumos de cada unidade e a divisão do consumo de água de uso comum.

O ponto central dessa questão é a economia de água. Desde 1995, a Sabesp desenvolve campanhas de educação para o Uso Racional da Água, promovendo a conscientização e a mudança de comportamento da população em relação à utilização da água, o que gera economia e contribui com a preservação dos recursos hídricos, um bem cada vez mais escasso no planeta.

A instalação dos hidrômetros individuais não resolve o problema de desperdício, mas é uma forma mais justa de utilização da água, na medida em que cada cliente paga somente pelo que consumiu, mais a parte que lhe cabe pelo uso comum.

A maior dificuldade encontrada para a medição individual é que, em prédios já construídos, a obra de instalação dos hidrômetros mostra-se inviável devido aos custos elevados, pois é necessária a troca quase total das instalações hidráulicas internas, além de um sistema de medição que exige um remodelamento técnico e administrativo do imóvel. Em empreendimentos novos, a solução é mais fácil, pois os hidrômetros individuais podem ser previstos na concepção do imóvel.
Fonte: Site Sabesp ( www.sabesp.com.br )

Comments are closed